sete dias sem medo da notícia
Texto mantido
Danilo Forte defende urgência na votação da PEC da Bondade: “necessidade da população”
O parlamentar ressaltou a necessidade da população pelos benefícios
(Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados)
Por : Redação CN7
05/07/22 17:01

O deputado federal Danilo Forte (União) afirmou, nesta terça-feira (5), que, devido ao cronograma apertado da Câmara dos Deputados, o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Bondade deve tramitar na Casa sem sofrer alterações. A fala do parlamentar cearense, que é o relator da matéria, ocorreu durante entrevista a jornalistas.

“Nós temos a pressão do cronograma de trabalho pelo calendário da Câmara, que tem que se encerrar tudo até o dia 15 de julho, e nós temos a demanda e a necessidade da população faminta, que está precisando do Auxílio Emergencial, que está precisando do vale gás, e que tem uma pressão lógico, natural, de comoção social”, explicou. “Diante desses dois fatos, mexer no texto cria mais dificuldade”, completou.

Dessa forma, o estado de emergência será mantido. No entanto, outros benefícios, como um vale combustível para motoristas de aplicativo, não serão inclusos.

“Se a gente tiver êxito na comissão [CCJ] de votar até amanhã, acho que dá para votar no plenário até quinta-feira. Se não, pode ser o início da próxima semana”, finalizou.

Com informações do site O Antagonista.

LINKS PATROCINADOS