sete dias sem medo da notícia
Falsidade ideológica
Cubano e brasileira são presos em flagrante por fraude em imigração
Se condenados, poderão ter penas de até 5 anos
Novo passaporte comum eletrônico brasileiro. O documento passou a ser emitido desde a última segunda -feira (6) pela Polícia Federal e Casa da Moeda, e terá prazo de validade de 10 anos (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Por : Redação CN7
07/06/22 13:54

A Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante, nessa segunda-feira (6), um cubano e uma brasileira por declaração falsa durante os procedimentos de solicitação de autorização de residência feita na Unidade de Registro de Estrangeiros da Delegacia de Polícia de Imigração da Polícia Federal, em Fortaleza.

O cubano pretendia obter a autorização de residência no Brasil com base na união familiar, na modalidade de união estável com a brasileira. Por ocasião da entrevista, o falso casal repassou informações inconsistentes sobre a suposta união estável.

Ambos foram presos e conduzidos à sede da Polícia Federal e devem responder pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso. Se condenados, poderão ter penas de até 5 anos de prisão.

LINKS PATROCINADOS