sete dias sem medo da notícia
Unanimidade
Primeira Câmara Criminal do TJCE mantém afastamento do prefeito de Pedra Branca
Habeas corpus apresentado pela defesa de Antônio Gois também foi negado
Por : Redação CN7
02/04/19 18:24

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) decidiu por unanimidade manter o prefeito de Pedra Branca, Antônio Góis, afastado. A defesa do político apresentou um habeas corpus solicitando a reintegração ao cargo de prefeito. Negado pelo (TJCE).

Em tempo

Góis é acusado de ter sido beneficiado num esquema milionário de fraudes em licitações, resultando em desvio de dinheiro público da Prefeitura Municipal de Pedra Branca. A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público do Estado do Ceara (MP-CE) e resultou na sua prisão no último dia 22 de janeiro.

As investigações apontaram exercícios financeiros duvidosos entres os anos de 2009 e 2013, quando o município de Pedra Branca e a empresa Garra Construções firmaram contratos nos valores totais de R$ 5.411.133,15.

Além do político, outras seis pessoas ligadas à gestão de Antônio Góis também foram investigadas e presas.

LINKS PATROCINADOS